Black Friday: não atrase suas campanhas de anúncio

Black Friday: não atrase suas campanhas de anúncio

campanhas-anuncio-black-friday

29 out Black Friday: não atrase suas campanhas de anúncio

Aqui, você sabe, só trabalhamos com verdades. Então pega essa: a contagem regressiva já está rolando e você PRECISA – já sabe, né, CAPS LOCK aqui nunca é por acaso – se organizar e programar com antecedência suas campanhas de anúncios para a Black Friday. Dicas para não se atrasar e perder tempo AND dinheiro? É claro, temos. Vem com a gente…

campanhas-black-friday

Já falamos sobre a importância dessa data aqui, então vamos logo ao que interessa: preparar o público é a primeira e importante dica para a sexta-feira de descontos. Além das plataformas estarem congestionadíssimas – (Facebook e o Google principalmente), criar tráfego de última hora pode ser um tiro no pé. Aí você pergunta: “Mas falta menos de um mês, será que dá tempo ainda?” Se já você seguiu as dicas anteriores e está tudo configurado e alinhadinho, a resposta é dá tempo siiimmm.

Mas, nossa, estou com problema no pixel do Facebook, já era minha chance? Não, caro amigo. Ainda há esperança, desde que você arregace as mangas e parta para a ação.

erro-campanhas-anúncios-black-friday

 

Preparação para programar campanhas da Black Friday

Passo número 1: do oremos à verificação

Aproveite esse começo de mês para checar e organizar tudo. Talvez você não terá aquele tráfego estrondoso mas nem tudo está perdido, e ainda há chance. Alguns extensores do Google Chrome podem ajudar a verificar se está tudo ok. Quer uma dica? O “tag assistent”, por exemplo, verifica se as tags do Google (analytcs, tag de conversão do ads e remarketing) estão funcionando corretamente. Já o “pixel helper” te ajuda a checar se o funcionamento do pixel do Facebook está em dia.

Passo número 2: partiu teaser

Com a casa em ordem, lance teasers para gerar um buzz. Aqui, vale fazer anúncios no Facebook ou nos displays do Google com contagem regressiva. Nada melhor para criar aquela sensação de urgência que um contador  nos anúncios do Google.  Não manja dos paranauês? Peça ajuda para criar anúncios parametrizados,  com o incrível {=COUNTDOWN…}.

Outra dica de ouro é elaborar campanhas de e-mail marketing focadas em promover a data e, é claro, usar e abusar das mídias sociais para postar prévias do que sua empresa está preparando para a Black Friday.

Para “aquecer” o público, também é interessante antecipar algumas ofertas conforme já falamos anteriormente, soltando alguns descontos especiais e fazendo promoções, cupons, desafios, durante as semanas que antecedem a data. Tudo isso ajuda a gerar aquela ansiedadezinha no seu cliente e a prepará-lo para aproveitar a data – comprando na sua empresa, de preferência, não é mesmo?

Essa campanha aí: ela não roda e nem converte?

Anotou tudo? Entendeu direitinho? Agora vamos a um ponto IMPRESCINDÍVEL: o que NÃO fazer

Nunca, never, em hipótese alguma – sentiu o drama? – deixe para programar as campanhas na semana ou no dia do Black Friday. Por quê? – você, inocente pessoa, pode se perguntar. A gente te explica: você corre o sério risco dos anúncios não serem aprovados a tempo devido ao congestionamento da plataforma.

Sim, querido leitor, todo mundo que deixou para a última hora –  porque aquela arte precisou de aprovação , porque a lista de produtos não saiu…  – vai tentar aprovar o anúncio ao mesmo tempo. O Mark piraaa! Na verdade, o Mark estará lá de boa, mas você, com certeza, vai EN-LOU-QUE-CER vendo a oportunidade de gerar muitas vendas paradinha ali na aprovação do Facebook. Nesse link aqui tem algumas dicas da própria rede social para te ajudar…

Eita, que bateu o desespero no Google? O lance é ligar no 0800 e pedir aquele help… mas, claro, com antecedência que é pra não ficar na fila de espera, né?

campanhas-anúncio-black-friday

FUÉN, FUÉN, FUÉNNNNNNNNNNNNN….

Que custo foi esse? Que custo foi esse que tá um arraso…

Ah, só mais uma coisa. Ao receber os relatórios após o período Black Friday, não se assuste com o custo dos anúncios. Pense aqui com a gente: é impossível manter o mesmo valor com tanta concorrência. O Faceboook e o Google Ads trabalham em formato leilão ou seja, quanto maior a concorrência, mais caro os anúncios ficarão. Mas, de boa, pode relaxar que em dezembro tudo tende a voltar ao normal.

Mas aí é hora de se preparar para o Natal, que é tema para outro artigo. Aguarde cenas dos próximos capítulos…

Comentários

comentários