Como não cair nas armadilhas da comunicação -

Como não cair nas armadilhas da comunicação

01 nov Como não cair nas armadilhas da comunicação

O ambiente digital oferece uma impessoalidade necessária no trato de empresas com clientes. Isso por que, diferente dos outros meios de atendimento, a internet permite o contato direto e uma linguagem mais amigável. E é isso que o consumidor espera quando procura por tal empresa nas redes sociais.

Mas essa nova forma de comunicação surgiu há pouco tempo e por isso não seguiu regras; marcas e clientes começaram a se comunicar e hoje esse meio é um dos mais utilizados nessa relação. O problema é que, por pouco se falar, pouco se sabe quais são as melhores práticas a seguir. E em casos de instituições, a linguagem é algo muito importante, que precisa ser cuidada.

O que muitas marcas confundem é o fato da impessoalidade permitir usar gírias e abreviações, mas não estar ligada com o uso errôneo da ortografia. Chamar uma cliente pela abreviação do seu nome é uma coisa, escrever algo pra ela com acentos e pontuações erradas é outra completamente diferente.

É preciso atentar-se ao texto, por que na internet é ele quem passa a imagem da marca. Se em um atendimento o SAC da empresa apresentar erros graves de digitação, isso vai afetar na seriedade com que o cliente enxerga o atendimento e, provavelmente, isso prejudicará na resolução do problema e na avaliação do internauta.

Por isso é importante manter um padrão de atendimento e utilizar do texto de forma correta.

Dicas para não errar no atendimento online:

– Utilizar uma linguagem cordial, como: Olá, Maria. Como vai?!

– Usar corretamente a pontuação no texto, principalmente as vírgulas, que mudam o sentido da frase.

– Evitar gírias locais e palavras de duplo sentido, que podem ofender ou deixar a comunicação confusa.

– Prezar por textos curtos e de fácil entendimento.

Comentários

comentários

Eu ajudo empresas a aumentarem sua presença online, seja com o objetivo em vendas ou reconhecimento de marca. #SaiaDoOff