O que NÃO é Inbound Marketing | Casa de Imagem Marketing Digital

O que NÃO é Inbound Marketing?

má práticas de Inbound marketing

04 Maio O que NÃO é Inbound Marketing?

Você já ouviu falar em Inbound Marketing? Cada vez mais abordado no Marketing Digital, esse termo vem ganhando força nas empresas que buscam estratégias para facilitar as vendas e fortalecer o relacionamento com o público alvo.

Suas ações estão focadas nas redes sociais, blogs e na captação de leads por meio da oferta de conteúdos relevantes.

Mas se engana quem acredita que esse “novo” marketing se limita a essas ações.

Assim como o Outbound Marketing (ou marketing de interrupção), existem inúmeras estratégias que são utilizadas para atingir o objetivo final de qualquer empresa: o LUCRO!

O problema é que como acontece em toda “tendência modinha” do mercado, todo mundo quer fazer inbound marketing, mas poucas pessoas sabem realmente o que ele significa.

Explico melhor sobre o que é o Inbound Marketing nesse artigo.

A primeira coisa que precisamos entender é:

Qual é a diferença entre Inbound e Outbound Marketing?

Abordagem

Qual é a maior diferença entre os comerciais de TV e os tutoriais no Youtube?

Ambos no fundo estão te influenciando a comprar algo, mas será que a abordagem utilizada nesses canais é a mesma?

Se você respondeu que não, acertou em cheio! 

O comercial de TV, chega sem ser chamado e invade o que você está fazendo com o intuito de te entregar uma mensagem, seja ela sobre o lançamento de um produto, uma promoção, etc.

Esse formato de abordagem é conhecida como Marketing de Interrupção (Outbound Marketing) pois o destinatário da mensagem não optou por recebê-la.

Já no vídeo do Youtube, a mensagem parte do conceito de educação:

Imagine um vídeo tutorial que te ensina a fazer uma boa maquiagem para que você  possa decidir quais produtos adquirir.

Nesse caso, o telespectador do youtube optou por assistir esse vídeo quando fez uma busca sobre “como fazer uma boa maquiagem”.

Não se trata mais uma venda direta, mas, a partir do momento em que esse tipo de valor é gerado, o consumidor passa a considerar a compra daquele produto usado no vídeo.

Resultados

Outro ponto importante que diferencia o velho do novo marketing são os resultados.

Apesar de ambas as estratégias serem capazes de gerar resultados, elas precisam de quantias de investimentos completamente diferentes.

Se o Inbound Marketing for bem aplicado, em alguns casos chega a ser 62% mais barato que o Outbound, e seu ROI (retorno sobre o investimento) pode chegar a 275%.

Ou seja, menos investimentos e mais resultados!

Estratégias

Um erro bastante comum é achar que o Inbound Marketing se limita à criação de-books para construir uma lista de contatos.

Apesar dessa ser uma parte importante do processo, é preciso saber como aproveitar esses leads para gerar vendas.

Portanto, o Inbound Marketing se refere a todo o esforço que a empresa realiza para captar clientes mais segmentados e próximos do momento de decisão de compra e assim facilitar o trabalho do setor de vendas que por sua vez não vai mais precisar sair dando tiro para tudo quanto é lado tentando encontrar alguém que queira comprar.

Mas ainda não acabou.

O exemplo citado de um vídeo tutorial de maquiagem no youtube é uma estratégia de conteúdo, o que nos leva a seguinte pergunta:

Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo são a mesma coisa?

Apesar de complementares, essas estratégias são bastante diferentes. Veja:

Marketing de conteúdo

Basicamente, o objetivo do marketing de conteúdo é criar e compartilhar materiais relevantes para um público alvo definido.

Como o próprio nome diz, no Marketing de Conteúdo você gera um CONTEÚDO que vai criar um relacionamento com seu nicho de mercado.

E não se engane achando que essa estratégia pode ser utilizada apenas online.

Apesar de vermos com mais frequência conteúdos que vem através de artigos em blogs e e-books é possível oferecer o Marketing de Conteúdo através de palestras presenciais, artigos em revistas, jornais etc.

Inclusive, a Michelin foi a primeira empresa a trabalhar esse tipo de estratégia, sabe como?

Através de um guia de viagens que foi produzido no ano de 1.900 (você não leu errado, isso ocorreu há 117 anos).

E sabe o que um guia de viagens tem a ver com pneu? Tudo.

A ideia do francês André Michelin (fundador da marca) era fomentar o turismo automobilístico, o que consequentemente ajudaria a aumentar as vendas de pneus.

Inbound Marketing

Toda a história contada no tópico anterior é um recurso que pode ajudar muito o Inbound Marketing.

A partir da divulgação de conteúdos relevantes, é possível entregar uma mensagem que vai despertar nos possíveis consumidores da marca, a necessidade dos seus produtos.

Ou seja, Inbound é todo o trabalho realizado com o foco em atrair, o público interessado em um produto ou serviço e fazê-lo caminhar sobre o que chamamos de Jornada de Compra. Dei uma palestra sobre esse tema, você pode vê-la aqui!

Explicando de uma forma mais prática, o objetivo do inbound marketing é fazer com que os clientes comprem de uma forma natural sem que para isso seja necessário um vendedor chato de telemarketing que faça 1.000 ligações por dia para conseguir uma venda forçada.

Como você viu, entender esses conceitos pode abrir portas para a criação de estratégias mais criativas, focadas em uma abordagem bem estruturada que não leva em conta apenas uma parte do processo, mas todo o conjunto de ações que visam um objetivo em comum: reforçar a presença da marca para vender mais e melhor.

Se você gostou do artigo, fique a vontade para compartilhar nas suas redes sociais e se ainda sobrou alguma dúvida sobre qualquer assunto relacionado a Marketing Digital, você pode me fazer uma pergunta CLICANDO AQUI!

Um abraço e boas Vendas!

Comentários

comentários

Eu ajudo empresas a aumentarem sua presença online, seja com o objetivo em vendas ou reconhecimento de marca. #SaiaDoOff