Um chatbot não vai resolver o problema da sua empresa sozinho -

Um chatbot não vai resolver o problema da sua empresa sozinho

ChatBot não resolve sozinho

21 ago Um chatbot não vai resolver o problema da sua empresa sozinho

Mais que rapidez no atendimento, seu cliente precisa de solução de problemas.

Os consumidores atuais estão cada vez mais exigentes e buscando soluções com a empresa da qual comprou um produto ou serviço. E essa interação ficou mais facilitada a medida que surgiram as redes sociais e as empresas passaram a trabalhar o SAC 2.0.

Esse cenário gerou muito relacionamento entre cliente e marca, mas também abriu margem para muita reclamação e dificuldades de algumas empresas em conseguir manter o atendimento em dia. Afinal, dependendo do ramo da empresa ou do posicionamento da mesma nas redes, haverá muitas mensagens.

Por essa demanda foram criadas algumas ferramentas para agilizar o procedimento. Um deles é o chatbot, que são “assistentes” de atendimento automático, como robôs. Eles estão sendo programados para responder os clientes sozinhos, sem que seja necessária a interação de alguém da empresa.

Claro que seria uma solução ótima e prática, já que o robô responde imediatamente ao primeiro sinal de interação. Mas a verdade é que ele não consegue responder a qualquer pergunta, afinal, nem todos os clientes querem saber preço ou horário de funcionamento. E quando a reclamação for mais séria, ele ainda pode acabar piorando a situação.

É por isso que a empresa não deve, de maneira alguma, entregar o seu atendimento apenas à tecnologia. Para se conseguir um posicionamento legal nas redes sociais e atrair o público pela interação, é necessário mais do que rapidez na resposta. O público quer atenção, resolução de problemas que não encontraram em outros meios de atendimento e, principalmente, um atendimento humanizado.

Comentários

comentários

Eu ajudo empresas a aumentarem sua presença online, seja com o objetivo em vendas ou reconhecimento de marca. #SaiaDoOff