Facebook: vale a pena investir tempo e dinheiro na rede social?

Vale a pena investir tempo e dinheiro no Facebook?

vale-investir-facebook

27 set Vale a pena investir tempo e dinheiro no Facebook?

Desde que foi criado, o algoritmo do Facebook já passou por ‘n’ mudanças. Por ‘n’ entenda como muitas – mas MUITAS mesmo. Numa das mais recentes, Mark Zuckerberg anunciou que o feed do Facebook passaria a exibir ‘menos conteúdo de páginas, incluindo notícias, vídeos e posts’ e privilegiaria conteúdo de amigos and afins. Para quem tem um negócio, isso não parece muito interessante, certo? Então fica a pergunta: ainda vale a pena investir no Facebook? A resposta, caro amigo, é depende.


Quando vale a pena investir?

Calma: inspira, expira e não pira. Antes de responder é preciso considerar alguns pontos importantes.  A explicação é simples: se a sua página é mais morta que o Pet Sematery, dos Ramones, se você não produz conteúdo relevante e a interação está tipo bola de feno rolando em filme de faroeste, a resposta é NÃO.

Convenhamos, você precisa trabalhar muitas coisas importantes antes de investir em anúncio. Por exemplo: sua marca tem um perfil pessoal na rede social?  Vem cá ler isso aqui que a gente te ajuda a solucionar esse problema!

A identidade visual da sua página não tem nada a ver com seu produto? Trabalhe o layout da fanpage para casar com o estilo da sua marca. Conteúdo é rei? Então bora lá dar um up nos posts da sua página para produzir um material que chame a atenção do seu público, que dialogue com ele. A ideia é fazer seu investimento valer a pena, beleza?

Pronto para investir

Ok, esse não é seu caso. A página da sua empresa tá arrumadinha, relevantezinha, profissionalzinha, it malia… Então, a resposta para você é: sim, ainda vale a pena investir em Facebook. Bora lá entender por quê.

5 motivos para investir tempo e dinheiro no Facebook

1.Todo mundo está lá

O Facebook tem 2 bilhões de usuários ativos. D-O-I-S-B-I-L-H-Õ-E-S de pessoas compartilhando suas vidas na rede social, da vida familiar até o arco íris depois da chuva. Buscando oportunidades de emprego, vendendo coisas no Facebook Marketplace. Por mais que você tenha que investir para que seu conteúdo/anúncio seja entregue – sim, já falamos sobre isso aqui também… pense bem, todo mundo está lá, sua marca também precisa estar.

2.Você investe o quanto quiser

Sim, você pode investir da maneira que achar melhor. Isso é bom porque dá para empresas de pequeno e médio porte a chance de anunciarem da forma como cabe nos seus orçamentos.

3. Atraia a pessoa que você quer

Tem coisas que só o Facebook faz por você. No Google, você depende da busca do usuário para fazer o anúncio girar. No Facebook não. Você consegue atingir a sua persona antes mesmo que ela procure pelo seu produto. Mas, é claro, também dá para fazer o óbvio e levar seu anúncio para quem busca pelo que você oferece. E, com remarketing, também quem te encontrou mas não converteu de cara. Ou seja, você consegue impactar públicos em diversos níveis do funil de vendas.

4.Escolha a sua estratégia

Você cria as campanhas, escolhe quanto quer investir, direciona os anúncios para o nível do funil que deseja e, claro, pode trabalhar objetivos como branding ou engajamento nas suas campanhas. Ah, achou que o famoso engajamento não ia aparecer, não é mesmo? ERRADO, amigo. Engajamento é sim importante, mas cuidado para não se iludir com as métricas de vaidade.

5.Variedade de formato de anúncio

Você pode escolher anunciar em vídeo, fazer anúncios com imagem ou um carrossel (várias imagens em série), anúncios em coleção, multimídia… são várias opções para atender suas necessidades de criação.

Quer anunciar mais não sabe como? Baixe o passo a passo da Casa de Imagem aqui, que nós ajudamos você.

Ficou com dúvida? Sacou que precisa de especialistas no assunto? Solicite um orçamento nosso aqui.

Comentários

comentários